Quem somos

Adriana Negreiros é jornalista, com passagem pelas revistas Veja, Playboy, Claudia e Marie Claire. Autora do livro Maria Bonita: sexo, violência e mulheres no cangaço. Colaboradora da Revista Piauí e do Portal UOL. Mestranda em Filosofia Política na Universidade do Minho.

Alexandre Ribondi é jornalista com formação na Universidade de Brasília. Tem trabalhado como repórter da área de cultura e de política internacional. Já foi crítico de cinema e de teatro. Foi correspondente do Jornal de Notícias no Brasil e do Correio Braziliense em Portugal. Atualmente, trabalha como romancista e dramaturgo e escreve para o jornal online Brasiliários.

Ediana Balleroni é jornalista e trabalhou como repórter e editora nos jornais Gazeta Mercantil e Folha de S. Paulo, desenvolvendo a seguir carreira na comunicação corporativa. Foi diretora de comunicação da Telefônica Latam Brasil e da PepsiCo. Teve passagem por agências de relações públicas internacionais. É formada em Direito pela USP e doutoranda em Economia pela Universidade de Coimbra.

Elaina Daher é jornalista, com passagens por veículos de mídia impressa e assessorias de imprensa. Autora do livro A pesquisa científica brasileira na Antártida. Atua nas áreas de divulgação científica, povos indígenas, cultura e educação. Mestranda em Filosofia Política pela Universidade do Minho.

Fernanda Sarkis é graduada em cinema, mestre em Comunicação Política e investigadora em Informação e Comunicação em Plataformas Digitais na Faculdade de Letras da Universidade do Porto. Trabalhou em assessoria de comunicação do governo Federal e desde 2008 pesquisa sobre ditadura civil-militar no Brasil.

Flora Holzman é jornalista de economia e finanças públicas e política internacional desde 1973. Tem curso (incompleto) de Direito pela USP, Jornalismo e Inglês pela Georgetown and GW University. É tradutora juramentada JUCESP e Fisioterapeuta (2006). 

Graça Pinto Coelho é professora titular/pesquisadora do Programa de Pós-graduação em Estudos da Mídia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte – Brasil e pesquisadora visitante do Programa de Pós-graduação em Ciências da Comunicação – Universidade do Porto, Portugal.

Graduado em Design pela PUC-RJ, Ildo Nascimento diagramou e ilustrou jornais, revistas e campanhas de publicidade. Mestre em Ciências da Arte, é professor aposentado do curso de graduação em Comunicação Social, habilitação em Jornalismo, do IACS-UFF.

Isaltina Gomes é doutora em Linguística e professora titular no curso de Jornalismo da UFPE. Trabalha com questões relacionadas à linguagem nos meios de comunicação, com interesse pela área de Divulgação Científica desde 1999. Atualmente é investigadora da Universidade do Porto, onde realiza estágio pós-doutoral.

Kátia Ozório é designer com experiência em projetos de identidade visual, design gráfico e editorial com ênfase em comunicação social, sobretudo em atendimento ao setor público, como ministérios, universidades, organismos internacionais, ONGs e instituições diversas.

Lia Ribeiro Dias é jornalista, mestre em Comunicação e Tecnologia pela Faculdade Cásper Líbero, São Paulo. Nos últimos 35 anos dedicou-se ao jornalismo nas áreas de economia e tecnologia da informação. É coautora de livros sobre telecomunicações e internet. Recebeu o Prêmio Destaques 2020 concedido pelo Comitê Gestor da Internet no Brasil pela contribuição para o desenvolvimento da internet no país.

Ligia Girão é jornalista com passagem pela BBC World Service e correspondente do jornal O Globo em Londres, ex-coordenadora de comunicação da organização WWF-Brasil e Senado Federal. É doutoranda em Alterações Climáticas na Universidade de Lisboa.

Lira Neto é jornalista e escritor. Foi colunista dos jornais Folha de S. Paulo e Brasil Econômico. Autor de 13 livros, entre eles a biografia Getúlio, publicada em três volumes. Ganhou quatro vezes o Prêmio Jabuti e Literatura, o mais tradicional do mercado editorial brasileiro.

Marcos Freire é jornalista, com pós-graduação em administração pela FGV- SP e MBA pela Fundação Dom Cabral. Foi editor na rádio Jovem Pan e diretor de comunicação da Unilever Brasil e de Assuntos Corporativos da PepsiCo Brasil. Teve passagem pelas agências de comunicação FSB, G&A Comunicação Empresarial, Ideal H+K Strategies e Imagem Corporativa. Foi professor convidado na pós-graduação da Faculdade Anhembi Morumbi.

Mario Doraci Pinheiro é jornalista, mestre em Sociologia da Comunicação e doutor em Ciências Políticas pela Paris 9. É autor dos livros A Resistência Coroada: quando o medo sai do mato e A Igreja Resistente. Trabalha atualmente na educação francesa.

Patricia Bandeira de Melo é jornalista, doutora em sociologia e mestre em comunicação. Graduada em comunicação e em administração, com especialização em marketing. Pesquisadora titular da Fundação Joaquim Nabuco. Realiza pós-doutoramento em literacia para os media no Instituto Universitário de Lisboa.

Paulo Markun é jornalista, com passagens pela mídia impressa e televisiva. Autor de 15 livros e dezenas de séries e documentários. Colunista da Folha de S. Paulo (Em Tempo) e âncora da série Conversas na Crise – Depois do Futuro do Instituto de Estudos Avançados da Unicamp e UOL.

Renato Soares é fotógrafo e indigenista. É colaborador das revistas National Geografic/Scientific American/Discovery Magazine. Sua obra fotográfica já figurou em importantes exposições, como O Último Kuarup, no Masp/2006, e A Última Viagem de Orlando Villas Bôas, que percorreu 12 capitais brasileiras de 2010 a 2013. Atualmente se dedica ao projeto Ameríndios do Brasil, que busca resgatar a cultura ancestral indígena brasileira, criando um acervo etnofotográfico brasileiro.

Rosane Serro é jornalista, mestre em Comunicação e Cultura, com pós-graduação em Cinema Documentário. Atuou como editora executiva, editora, repórter, diretora, produtora e pesquisadora em 28 veículos online, 16 publicações impressas, dois canais de TV, três documentários e uma série.

Rovênia Amorim é jornalista, com passagens pelo Jornal de Brasília, Correio Braziliense e Ministério da Educação. Mestre em Educação, doutoranda e investigadora em Sociologia da Educação/Política Educativa do Centro de Investigação em Educação da Universidade do Minho.

Sylvia Debossan Moretzsohn é jornalista, mestre em Comunicação Social e doutora em Serviço Social. É professora aposentada de jornalismo da Universidade Federal Fluminense, ex-colaboradora do Observatório da Imprensa, membro da equipe do ObjETHOS (Pós-Jor/UFSC). É investigadora visitante na Universidade do Minho.